foi adicionado ao seu carrinho.

Como a criatividade funciona?

Por 21 de dezembro de 2017Inspire-se

Imagine um salão de festas. A porta de entrada dá acesso a um salão grande, e dentro desse salão há uma porta que dá acesso a uma sala menor. Entre as duas salas há um segurança, que deixa apenas algumas pessoas passarem para a sala menor.

A sala grande é o seu inconsciente e a sala pequena é o seu consciente. O segurança é o filtro que deixa apenas as ideias boas passarem do inconsciente para o consciente. As pessoas que estão no salão são informações e conhecimento.

Na sala grande pode entrar qualquer pessoa, mas você não tem consciência de quem está lá. Essas pessoas que entram na sala grande (inconsciente) são os conhecimentos e informações. E elas formam pares aleatórios, alguns bem estranhos e outros que combinam muito bem entre si.

Quando o segurança vê um par que combina bem entre si, ele convida esse par a entrar na sala pequena (consciente), e é nesse momento que você tem o estalo, a solução para um problema ou uma grande ideia.

É assim que funciona a criatividade dentro da nossa cabeça. Informação e conhecimento formando pares aleatórios e um mecanismo que filtra apenas os pares que combinam bem entre si.

bullet journal e planner diferenças

Como melhoro minha criatividade?

Existem várias formas de gerenciar esse salão de festas para que mais pares bons se formem e entrem na sala pequena (consciente).

1- Aumente a quantidade de pessoas (informação) entrando na sala grande

Quando você consome muita informação, faz pesquisas, fica refletindo sobre um problema, você está trazendo pessoas (informações) para dentro da sala grande (inconsciente). E quanto mais pessoas tiverem na sala grande, maiores as chances de formar um par que combina, certo?

Então consuma muita informação. Informação sobre assuntos diferentes. Leia livros sobre ideias, sobre artes, ou qualquer assunto que você se interesse. Leia revistas e blogs sobre coisas interessantes. Assista vídeos no youtube que ensinam sobre alguma coisa.

2 – Deixe o segurança (filtro) que fica entre as duas salas mais relaxado

Às vezes o segurança (filtro) é muito rígido e não deixa muitos pares passarem para a sala pequena. Mas você pode fazer com que ele dê uma relaxada, é só você mesmo relaxar. Tome um banho relaxante, dê uma volta no parque, faça algum hobby que você gosta. Você já teve um estalo de ideia brilhante no meio do banho ou enquanto fazia uma atividade relaxante? Se sim, isso aconteceu porque o segurança deu uma relaxada :)

Mas antes de relaxar, lembre-se de consumir muita informação.

3 – Não consuma apenas um tipo de informação

As grandes ideias surgiram a partir da união de ideias totalmente diferentes. Por exemplo, o sistema de busca do google surgiu ao juntar programação com um sistema de ranking para livros em uma biblioteca. Só que ao invés de rankear livros, o google rankeia sites.

O trem surgiu ao juntar uma carroça com um motor a vapor. Por sua vez, o automóvel surgiu ao juntar um trem a um motor à combustão.

O que nos leva à quarta dica.

4 – Nenhuma ideia é genuinamente original

Todas as coisas que o ser humano inventou são junções de outras ideias. Nem o Steve Jobs teve ideias 100% genuinas: o ipod veio da união do walkman (ou discman) com uma memória física. Até o itunes surgiu com base nas músicas pirateadas distribuídas na internet.

Não estou te incentivando a sair copiando ideias por aí. Estou dizendo para não ter vergonha de se basear em uma ideia já existente para criar algo novo.

Imagem: studywithinspo

Quer receber os posts da A.Craft no seu email?

Autor Luiz Ikeda

Mais posts por Luiz Ikeda

Deixe uma resposta