foi adicionado ao seu carrinho.

A história por trás das ilustrações do Sublinhando: entrevista com Patrícia Leda

Por 14 de dezembro de 2017Inspire-se

Se você é antenado no mundo dos livros já deve ter visto as ilustrações da Patrícia Leda por aí, no próprio instagram do Sublinhando ou nas redes socais das editoras. Eu sempre gostei das ilustrações e tipografias com trechos dos meus livros favoritos então hoje eu resolvi compartilhar essa belezinha com vocês. Entrei em contato com a Patty e fiz uma entrevista super legal com ela, as respostas vocês conferem logo abaixo.

A história por trás das ilustrações do Sublinhando: entrevista com Patrícia Leda

sublinhando (2)

Quando você começou a se interessar por livros?

Vou começar essa resposta com uma revelação: eu não gostava de ler! Acredita? Quando era pequena eu não lia nada e esse amor pela leitura surgiu só quando eu estava na faculdade, foi meio por acaso na verdade, eu estava vendo uns blogs (isso uns 5, 6 anos atrás) e parei em um que fazia resenha de livros. Nunca tinha visto nada parecido, aí comecei a ler alguns posts e várias histórias e sinopses foram me chamando a atenção. Anotei uns 3 títulos e quando parei em uma livraria lembrei de comprar eles. E foi aí que nasceu essa paixão por leitura.

Eu não fazia ideia que existia tanta coisa incrível em formato de livro (ignorante eu kk). Eu só conhecia livros que eram obrigatórios pra ler na escola, e depois os livros da faculdade e todos eram muito chato. Eu falo hoje que não existe essa de “odeio ler”. O que acontece é que eu estava lendo os livros errados. É uma questão de descobrir o que você gosta, qual assunto te chama atenção e vai te deixar curioso por mais, e aí quando você vai ver já se perdeu nesse mundo e vira um amante da leitura.

Eu comecei com thrillers, foram esses que me conquistaram, eu ficava fascinada em desvendar o mistério. Devorava os livros, aí comecei a explorar romances, ficção e hoje amo ler, amo descobrir novas histórias e universos completamente diferentes (:

sublinhando

De onde veio a inspiração para começar a ilustrar?

No comecinho a ideia do Sublinhando era transformar frases de livros em imagens com uma tipografia legal e atrativa. Com o tempo fui mudando e sentindo a necessidade de transmitir com imagens a mensagem que aquela frase queria passar. A inspiração acaba vindo das histórias que eu leio, das coisas que vivo e da minha experiência com a leitura.

Qual o livro e autor favorito?

A pergunta mais dificil de todos os tempos! Não tem como definir um único livro favorito e um único autor. Eu gosto muito da saga A Maldição do Tigre da Colleen Houck. Inclusive adoro essa autora, amo a autora Cecelia Ahern que é a autora de Ps. Te Amo <3 e outros romances maraaaaas. Um outro livro que é meu queridinho é O Diario de Suzana para Nicolas, e esse tem muito a ver com a época que eu li. Acredito muito que dependendo do momento em que você lê o livro ele pode se tornar ainda mais especial e marcante. E foi o que aconteceu também com Girlboss da Sophia Amoruso, outro livro que foi decisivo na minha vida (:

sublinhando_12

A ilustração faz parte do seu trabalho ou se é mais um hobby?

No começo era um hobby sim, eu amo criar conteúdo pro Sublinhando e era minha válvula de escape. Mas agora virou meu trabalho, e foi um pouco dificil essa transição porque não conseguia enxergar isso como trabalho. Foi todo um processo pra eu me acostumar que ilustrar é o meu trabalho pra valer.

sublinhando_2

E agora um pouquinho sobre você: sua formação ou alguma curiosidade que queira compartilhar com a gente.

Bom, fatos sobre mim hahaha sou formada em publicidade e propaganda faz 2 anos. Trabalhei em agências na parte de criação que foi onde me encontrei, e em paralelo criei o Sublinhando. Percebi que o que mais me deixava feliz era criar posts pro Sublinhando. Matava meu almoço na agência pra conseguir criar conteúdo e ficava frustrada quando não conseguia terminar o post. Foi aí que percebi o quanto o Sublinhando era importante pra mim e o quanto ele tinha potencial pra crescer se eu me dedicasse inteiramente pra ele.

Largar um emprego pra focar em algo que é mega incerto ainda na sua cabeça é algo MUITO difícil. Foi uma fase cheia de dúvidas pra mim, mas hoje eu sei que fiz a escolha certa. Tem dias difíceis em que a gente se pergunta se está no caminho certo mesmo. Mas quando eu recebo um feedback positivo do meu trabalho ou um reconhecimento (um exemplo é essa entrevista <3), essas coisinhas somando vão transformando e dando mais certeza pra mim, é quando eu percebo que vale a pena passar por esses altos e baixos e se dedicar exclusivamente pra um projeto que você ainda não sabe onde mirar.

Redes Sociais da Patrícia Leda: instagramfacebook e youtube.

Quer receber os posts da A.Craft no seu email?

Autor Beatriz Cavalcante

Formada em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e criadora do blog Prateleira Colorida. Lá além de falar sobre livros, ela fala sobre tudo aquilo que mais gosta e ainda compartilha um pouco das suas fotografias.

Mais posts por Beatriz Cavalcante

Deixe uma resposta