was successfully added to your cart.

A única coisa impossível é aquilo que você não tenta

Por 5 de setembro de 2016Inspire-se

A pouco mais de 1 ano eu larguei o emprego para me dedicar totalmente à A.Craft. Nesse emprego eu tinha um chefe que eu respeito muito, e o considero até como um segundo pai, de tantas lições que aprendi com ele. Agora venho aqui dividir com vocês uma das lições que ele me ensinou e que mais impactaram minha vida, e a A.Craft: a lição de arriscar, mesmo quando você acha que não existem chances. Para ele, o impossível é aquilo que você não tenta.

a única coisa impossível é aquilo que você não tenta

Lá na empresa que eu trabalhava, eu considerava que não tínhamos tamanho para propor parcerias com certas empresas (internacionais), e ficava com o pé atrás quando ele me pedia. Mas como ele era meu chefe, eu tinha que fazer, mesmo achando que não ia dar em nada. E realmente, a maioria não dava em nada mesmo, mas de 10 tentativas, umas 2 ou 3 davam certo.

Impossível é aquilo que você não tenta

Comecei a aplicar isso aqui na A.Craft, buscando parceiras que eu considerava maiores que nós. A maioria não dava bola, mas algumas deram, e o resultado você pode ver com o que alcançamos aqui.

Alguns produtos que eu achava que os fornecedores nem ligariam para nós, estão à venda na nossa loja. Algumas blogueiras que eu achava muito famosas, aceitaram nos ajudar na divulgação do nosso planner. Nossa designer, a Natália, que eu achei que nunca largaria o emprego para trabalhar conosco, agora está fazendo toda a diferença aqui na A.Craft.

Então, comece você também a tentar dar passos maiores do que acha que pode. Se der errado, tudo bem. Mas e se der certo?

Você acha que não pode concorrer aquela sonhada vaga de emprego porque os outros candidatos parecem mais preparados? Vai lá! Mete a cara!

Você acha que nunca poderia preparar aquele prato de comida do restaurante que você ama porque é coisa de chef? Tenta, no máximo você vai ter que comer uma comida ruim.

Você acha que não pode aprender a tocar violão porque suas mãos são pequenas? Se dê uma chance! Pega um violão emprestado de um amigo e faz 1 mês de aula.

Na maioria das vezes você pode até falhar, mas algumas vão dar certo, e você vai se agradecer por ter tentado.

Espero que tenha gostado dessa dica. Me conte aqui nos comentários o que você pretende tentar fazer daqui pra frente! 😉

Abraços!

Autor Luiz Ikeda

Mais posts por Luiz Ikeda

Participe da discussão 4 Comentários

  • Juli disse:

    Oi Luiz! Obrigada por esse post, me tocou muito. Eu nunca tive muito medo de arriscar, sempre gostei de começar novos projetos e tentar coisas diferentes, mas depois de ter dado com a cara na parede tantas vezes nos últimos anos, acho que fiquei meio receosa de apostar em novos projetos. Mas lendo seu post percebi que tenho mesmo que tentar de novo, e quem sabe dar passos ainda maiores. :)

    • Luiz Ikeda disse:

      Oi Juli,

      Que bom que meu post te inspirou :)
      Dar com a cara na parede é o que mais acontece com a gente aqui na A.Craft. hahaha!
      Mas se de 10 tentativas 1 der certo, já está bom. É só tentar 10 vezes!

      Abraços!

  • Morganna disse:

    Esse post é exatamente sobre a minha filosofia de vida, não via isso como tentar o impossível, mas realmente é isso. Que coisa mais linda, concordo com tudo que você falou, muitas vezes perdemos boas chances da vida exatamente por não tentar e depois nos arrependemos amargamente, principalmente quando são coisas com um time específico para acontecer e se perde a oportunidade.
    Tenho tentado viver essa filosofia todos os dias, tem dado bastante certo e me rendeu frutos bem interessantes esse ano, até mesmo um trabalho bilíngue na Olimpíada, coisa que eu nunca achei ser possível eu fazer.

    • Luiz Ikeda disse:

      Oi Morganna,
      Aplicar essa filosofia de vida é se desprender da ideia de que errar ou receber um não é ruim/feio.
      Pra mim, errar é a coisa mais normal do mundo. Desde que eu aprenda algo com o erro.

Deixe uma resposta